Mare Nostrum

#7 - Uma Chama

A nossa estadia em Beybrock tem-se tornado mais suportável, acabei por aprender os costumes da cidade e reconhecer as boas colheitas da zona.

Na nossa curiosidade de saber mais sobre Ips, acabámos por ir a uma torre de feiticeiros nesta cidade, uma torre alta sem marcas de construção, ao entrar juntamente com Kyrez, fomos recebidos por um miúdo, um pouco mais alto que eu, que após uma breve conversa nos encaminhou para falar com um dos mestres. Este pouco ou nada disse de Ips, mas perguntou se estaríamos interessados em subir o rio até Red Waste para encontrar a casa/laboratório de um feiticeiro de ideias revolucionárias chamado Nahal.

Estremeci só de ouvir o nome daquele deserto tão próximo das minhas origens, a minha primeira reacção foi tentar arranjar tempo, e rápidamente me propus a ajudar e a estudar ideias arcanas. Quanto mais tempo conseguir melhor.

Não é uma má altura para começar em treinos arcanos, e por mais difícil que seja, qualquer alternativa a ir para norte me parece razoável. Passei o dia a consultar livros velhos e antigos, e após isso pediram-me para criar uma chama na mão, algo que certamente faria com facilidade, não fosse ter a cabeça cheia de pensamentos, num pesar constante de prós e contras sobre ir ou não para norte. Afinal deve haver tesouros, e objectos de valor que possa trocar, eu sei que é perto, mas ainda tenho meio deserto de distancia. Se passar despercebido talvez ninguém note.

Comments

primordium

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.